Tag

vidraçaria de sucesso

Procurando

Plano de Negócios, por que sua vidraçaria deve criar um?Você já fez o seu plano de negócios antes de montar a sua vidraçaria?

Montar uma vidraçaria envolve muitas outras questões que precisam ser planejadas com antecedência.

Entre as principais estão:

A criação do Plano de Negócios

O plano de negócios pode lhe ajudar a criar uma visão global de todos os aspectos que envolvem a abertura de uma vidraçaria. No documento é possível detalhar o que, quem, onde, quando, por que e quanto custa operar cada área do seu estabelecimento.

Seus objetivos devem ser claros

Planejar e pontuar onde a sua empresa deverá estar em um ano, três anos ou cinco anos, não quer dizer que está planejando apenas para iniciar de forma mais organizada. Isso significa que você está “dando um norte” de como a vidraçaria pretende estar no futuro, de acordo com os números e análises efetuadas. Dessa forma, é possível estabelecer objetivos realistas para o seu negócio.

Gestão e finanças

O planejamento financeiro e o preparo para a gestão de processos e recursos também são primordiais e que devem ser documentados no seu plano. Faça a análise de todos esses pontos com o passo a passo de onde quer chegar e de que forma fará isso.

Análise de negócios e oportunidades

Não podemos contar com a sorte. Por isso, no plano, é importante conter os pontos fortes e fracos do seu comércio, fornecedores, futuros clientes e os principais concorrentes.

A análise de mercado ajuda a adaptar-se às possíveis mudanças frequentes de legislação, por exemplo, e identificar as principais tendências do setor. O plano de negócios possibilita que as estratégias pontuadas nele se alinhem com as ações segmentadas para a captação de clientes, o aumento das vendas e a lucratividade do negócio.

Os principais pontos a serem analisados são: os cálculos para as oportunidades de negócio, quantificação da clientela, investimentos injetados, valores estimados para o custo operacional e, por fim, estimativa de faturamento. Claro que a avaliação do potencial e rentabilidade do negócio devem ser calculados em contrapartida ao retorno de investimento.

A minha ideia vai dar certo na prática?

Ter um plano de negócios antes de abrir, de fato, sua vidraçaria é de suma importância para o sucesso do seu comércio. Um plano detalhado é a base para o pontapé inicial. Planejar cada aspecto da abertura da sua vidraçaria vai lhe ajudar a determinar se a ideia é realmente viável (na prática), sendo possível prever as possibilidades de sucesso da futura empresa.

O mercado de vidraçarias está bom para ingressar?

Somente avaliando todos os prós e contras, pesquisando muito, conversando com profissionais que já atuam no segmento, consultando a ANAVIDRO e estudando o mercado consumidor, é possível ter uma visão mais ampla para criar um completo plano de negócios. Dessa forma, permitirá um maior conhecimento sobre o setor vidreiro, como questões de concorrentes e fornecedores. Isso poderá ajudar a tornar o seu negócio diferenciado, perante a concorrência.

Ponto comercial precisa estar no plano

Não podemos escolher o ponto de forma aleatória. Dentro do plano, é possível detalhar o ‘estudo do mercado’ de determinadas regiões e do público que pretende atingir.

Fontes:
https://www.anavidro.com.br/como-montar-um-plano-de-negocios-para-vidracaria/
https://metalumferragens.com.br/plano-de-negocios-para-vidracaria/
https://administradores.com.br/artigos/5-motivos-para-fazer-um-plano-de-negocios
https://vidroimpresso.com.br/noticia-setor-vidreiro/voce-fez-um-plano-de-negocios-antes-de-montar-sua-vidracarianngg

 

Como ganhar dinheiro com vidraçaria?Conheça o mercado de vidros e fature alto abrindo uma vidraçaria

Apesar de ainda estarmos em um momento de recuperação da economia, o mercado de vidros está crescendo e mostrando sua força. Um estudo sobre o desempenho produtivo e econômico do setor no Brasil, o Panorama Abravidro 2017, mostrou uma queda de 11,8% no consumo de vidros planos nos últimos dois anos. Porém, esse cenário já está mudando para melhor a cada dia e o setor está mostrando um crescimento consistente.

Isso mostra que as vidraçarias devem seguir as tendências do mercado e se profissionalizar para poder enfrentar a concorrência e ofertar ao seu público produtos e serviços com maior valor agregado.

O vidro nos últimos anos tornou-se um elemento indispensável para compor diversos projetos de forma harmônica e com uma infinidade de variações estéticas. O vidro hoje é um dos materiais mais utilizados para funções de ambientação de casas, escritórios e lojas comerciais. O negócio de Vidraçaria não está relacionado somente à estética, mas também à ambientação com conforto, funcionalidade e beleza.

O que é preciso para abrir uma vidraçaria?

Conheça o mercado de vidros e fature alto abrindo uma vidraçariaPara abrir uma vidraçaria não é necessário que se tenha um grande capital de investimento. No entanto, é importante que o empreendedor tenha algum conhecimento e técnica no ramo, pois ele irá trabalhar com diversos tipos de vidros para diferentes nichos.

Outro ponto importante é a instalação do produto que também é uma das habilidades essenciais ao abrir um negócio no segmento, inclusive os próprios clientes são bastante exigentes nesse quesito. Para montar a própria vidraçaria, o empreendedor precisa conhecer todos os tipos de vidros disponíveis no mercado e ainda saber para que serve cada um de modo específico.

O mercado da vidraçaria

Abrir uma empresa de vidraçaria é considerado médio risco, ou seja, possui um grau médio de incerteza. Levantamentos específicos geralmente concluem que os investimentos com baixo risco podem ter um retorno seguro e lento, enquanto os investimentos de alto risco possuem grande possibilidade de ganhos altos e pouca segurança de mercado. Isso quer dizer que o setor vidreiro é um ramo promissor para o pequeno e médio empreendedor que pensa em montar a sua própria loja.

Uma das táticas para o sucesso do negócio é conseguir o menor preço possível com os fornecedores, isso poderá alavancar as vendas, principalmente para quem estiver começando o negócio. Outra ideia bem interessante é criar parcerias com os fornecedores e marcas renomadas para a divulgação e comercialização dos produtos.

Tipos de produtos, localização adequada e divulgação

Uma vidraçaria pode atender vários tipos de clientes, porém, é indicado que o empreendedor se especialize em alguns tipos de vidros, como por exemplo, vidros para portas e janelas, vidros laminados e temperados, vidros para box de banheiros, box temperado, vidros para controle do sol e jateados, vidros de segurança, etc.

É importante ressaltar que cada especialidade pode estar ligada à região onde se localiza o estabelecimento. Ou seja, cada região tem as suas necessidades e preferências por determinados produtos. Levantamentos apontam que as cidades do Sudeste e Sul, por exemplo, optam pela obtenção do vidro laminado. Já nas regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste a procura por esse tipo de produto é quase inexistente.

Outro ponto importante é avaliar a facilidade do acesso a partir do perfil da clientela e considerar fluxo de veículos de grande porte para carga e descarga de produtos. O local escolhido para abrir o estabelecimento deve oferecer estacionamento próprio ou a parcerias com estacionamentos na redondeza.

A publicidade do estabelecimento é essencial, principalmente nos guias e veículos de mídia da região onde se localiza a loja.   Divulgue os serviços em jornais, guias comerciais e sites de bairro, listas telefônicas, revistas e capriche na fachada da loja. É importante também investir em marketing digital (campanhas em sites de busca e mídias sociais) como meio de divulgação da marca e interação com o público que procura por esses serviços.

O que é preciso para montar uma vidraçaria?

O estabelecimento deve ter infraestrutura adequada e condições que propiciem o desenvolvimento do trabalho. A estrutura de uma vidraçaria deve ser composta por uma área de atendimento com showroom, área para corte e processamento dos pedidos, espaço para depósito, além de um pequeno escritório para administração.

Os setores de atendimento e showroom devem possibilitar a exposição dos diversos tipos de vidros ofertados e proporcionar bem-estar ao cliente. O escritório da administração pode ser pequeno, bastando um espaço suficiente para a realização das atividades básicas de relacionamento com fornecedores, registros e controles sobre o negócio.

Em termos de equipamentos para o andamento do negócio, é preciso ter a mesa de madeira e diamante para corte, lixadeira e furadeira, telefone, fax, computador e um carro grande como SUV ou um pequeno caminhão. A área adequada para a instalação da loja deve ter entre 60m² e 100m², dependendo do valor do investimento que se pretende fazer e o número de clientes que se pretende atender.

Quanto devo investir?

Estima -se que para uma pequena ou média loja de vidros necessite de um investimento inicial de 20 mil. Já para uma vidraçaria de porte grande, os investimentos são a partir de 50 mil. Mas não se pode incluir os gastos voláteis como equipamentos necessários, mercadorias, estoque, aluguel, água, luz, telefone, taxas de impostos, funcionários fixos e temporários.

Qual o faturamento médio mensal de uma vidraçaria?

O faturamento médio mensal do pequeno ou médio empreendedor de vidraçaria, pode ser de 10 a 20 mil reais. Já, as vidraçarias localizadas em grandes centros podem dobrar essa renda. Mas é bom não confundir faturamento com lucro, o lucro irá depender de uma boa gestão de estoque e fluxo de caixa.

Regulamente a abertura da sua empresa

Procure um contador que possa lhe auxiliar a abrir o seu negócio ou vá à prefeitura da sua cidade registrar a empresa. O registro também deverá ser realizado na Junta Comercial, Secretaria da Receita Federal, Secretaria da Fazenda, INSS e Sindicato Patronal.

Fonte:
Abravidro: https://abravidro.org.br/punoticias/panorama-abravidro-2017-consumo-de-vidros-cai-118-no-brasil/ ).

Para ter um lugar no ramo de vidraçaria é importante conhecer alguns fatores importantes do sucesso. Descubra os cinco fatores que colaboram para criar uma vidraçaria de sucesso.

5 fatores para ter uma vidraçaria de sucessoSe você pensar a última vez que viu um vidro em algum lugar, não terá dificuldade em lembrar-se. Do espelho da sua casa, ao vidro blindado do carro, passando pelas vitrines que você viu na última vez que você foi ao shopping, o vidro está presente (em todos os lugares).

Como empresa, uma vidraçaria, seja ela de pequeno ou médio porte, exige do empreendedor alguns cuidados (e investimentos) para se tornar um negócio de sucesso.

Neste artigo, você irá conhecer 5 fatores para que a sua vidraçaria seja bem-sucedida.

Antes de avançar, é recomendável uma pesquisa de mercado com o objetivo de mapear a concorrência. Quais são os seus concorrentes diretos? Quais são as vantagens comparativas? Que produtos a sua vidraçaria poderá ofertar?

Com esse mapeamento finalizado, passamos ao passo seguinte a escolha do local.

Local

Conhecendo a sua concorrência e o seu público-alvo, a escolha do local para a instalação da sua vidraçaria ficará mais fácil. Dependendo do tamanho do seu investimento, a loja poderá estar num shopping ou na rua (alguns empreendedores apostam na proximidade com lojas de material de construção, por exemplo).

O importante é que este espaço permita a realização do seu trabalho (balcão e interno) e de fácil acesso para a sua clientela (estacionamento privativo, por exemplo).

O ideal (para começar) seria um espaço no mínimo com 70 metros quadrado

Procedimentos legais

Agora que o local já está escolhido, o próximo passo é legalizar a sua vidraçaria e para isso é útil contar com os serviços de um contador.

Quanto às normas técnicas, o cumprimento destas normas garantirá não só a segurança de seus funcionários, como também a segurança dos clientes que usufruirão dos seus serviços.

Equipe bem treinada

Contrate pessoas com vontade para trabalhar neste tipo de ramo e que tenham habilidade e destreza manual (o vidro é um material muito delicado). Seus funcionários devem conhecer bem o vidro e suas aplicações para ajudar o cliente a tomar a melhor decisão.

Catálogo atualizado e diverso

O ideal é o oferecer a maior diversidade de produtos e estar sempre atento às novidades (de box de banheiro a sacadas de vidro, vitrines para lojas, espelhos comuns e decorativos e molduras, as aplicações deste material são inúmeras).

Podemos pensar em um mostruário que nunca poderá faltar na sua vidraçaria. São itens fundamentais que devem constar do seu estoque: insulado, autolimpante, serigrafado, temperado, com proteção solar.

Sem esquecer os espelhos de diversos formatos e dimensões.

A ideia de estabelecer uma parceria com um fornecedor poderá suprir necessidades com rapidez.

Para além do catálogo competente para atender com qualidade as necessidades da clientela da sua vidraçaria, outro ponto a considerar são os equipamentos.

Estes devem ser adequados aos serviços prestados numa vidraçaria. Alguns exemplos: carrinhos para vidros, cavaletes, máquina de lapidação e polimento, entre outros.

Divulgação

Com a loja aberta, é necessário cativar potenciais clientes. Para este objetivo há várias estratégias de divulgação que poderão ser combinadas entre si. Por exemplo, num primeiro momento, você poderá optar por uma divulgação mista: anúncios em empresas de construção civil, panfletos e as mídias sociais.

Como qualquer empresa na atualidade, é necessário para ser conhecido estar nas redes sociais. Uma página da sua vidraçaria no Facebook (atualizada com frequência e qualidade) poderá dar visibilidade ao seu negócio.

Com o tempo (e a qualidade dos serviços da sua vidraçaria), a indicação (ou passa palavra), será uma das opções mais efetivas de divulgação.

Invista no seu negócio e seja um caso de sucesso!


TOPO